Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 12 de setembro de 2016. Atualizado às 12h48.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara dos Deputados

Alterada em 12/09 às 12h54min

'Perguntem a Rodrigo Maia', diz Temer sobre sessão para votar cassação de Cunha

A ordem no Palácio do Planalto é tentar deixar a expectativa diante da votação da cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) "do outro lado da rua", ou seja, na Câmara. Questionado, ao final da cerimônia de ratificação do Acordo de Paris no Palácio do Planalto, sobre como estava acompanhando a "novela" em torno da votação do peemedebista, o presidente Michel Temer limitou-se a dizer:
"Perguntem ao Rodrigo Maia", referindo-se ao presidente da Câmara, que estava ao seu lado. Os dois, entretanto, deixaram o salão sem responder a mais perguntas.
Os ministros José Serra (Relações Exteriores) e Sarney Filho (Meio Ambiente) também foram questionados durante coletiva de imprensa, por serem parlamentares afastados, se acreditavam que o caso Cunha teria desfecho nesta segunda. No entanto, nenhum dos dois quis se manifestar. "Prefiro não opinar sobre isso", disse Sarney. "Tenho a mesma opinião", completou Serra.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia