Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de setembro de 2016. Atualizado às 12h44.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

Alterada em 07/09 às 12h46min

Teori agenda depoimentos de Lobão, Chalita e Picciani como testemunhas de Cunha

O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), agendou novos depoimentos de testemunhas de defesa do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por um suposto esquema de dinheiro desviado na compra de navios-sonda da Petrobras.
Serão ouvidos ainda neste mês o senador Edison Lobão (PMDB-MA); o ministro do Esporte, Leonardo Picciani; e o candidato a vice-prefeito na chapa do petista Fernando Haddad, Gabriel Chalita (PDT). Lobão será ouvido no dia 20 de setembro; Chalita no dia 26 e Picciani no dia 28.
O STF começou a ouvir testemunhas na ação penal na qual Cunha é réu no final de agosto. Ao todo, o Supremo ouvirá 26 testemunhas arroladas pela defesa do deputado afastado, sendo 13 parlamentares. Cunha também é réu em outra ação penal, sobre as contas secretas na Suíça, e responde a ao menos outros cinco inquéritos no STF.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia