Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de setembro de 2016. Atualizado às 18h45.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Crise Política

02/09/2016 - 17h26min. Alterada em 02/09 às 17h26min

Dilma afirma que resultado de votação fatiada é 'estranho'

Dilma Rousseff durante entrevista para agências internacionais no Palácio da Alvorada

Dilma Rousseff durante entrevista para agências internacionais no Palácio da Alvorada


Roberto Stuckert Filho/PR/JC
A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta sexta-feira (2) que achou estranho o resultado das duas votações de seu julgamento no Senado, na última quarta-feira. "Vota de uma vez de um jeito, vota de outra vez de outro. É no mínimo estranho", disse a petista em entrevista a correspondentes estrangeiros, no Palácio da Alvorada.
No Senado, ela foi afastada do cargo por 61 votos a 20 e manteve os direitos de exercer funções públicas por 42 votos a 36, votação insuficiente para aplicar a pena da inabilitação. Ela comentou que, como mineira, ficou "desconfiada" com o resultado. "Nós somos um povo muito desconfiado. Nem sempre a estrada dos votos é uma estrada retinha, ela é muito tortuosa", afirmou Dilma.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários