Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de setembro de 2016. Atualizado às 23h08.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Meio Ambiente

Notícia da edição impressa de 28/09/2016. Alterada em 27/09 às 22h59min

OMS afirma que 92% da população global respira ar inadequado

Estimativa é de que 3 milhões de mortes anuais sejam ligadas à poluição

Estimativa é de que 3 milhões de mortes anuais sejam ligadas à poluição


AFP/JC
A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou ontem que 92% da população global vive atualmente em áreas onde os níveis de qualidade do ar ultrapassam os limites mínimos estabelecidos pela entidade. Os dados integram o mais completo relatório global já divulgado pela organização sobre zonas de perigo para poluição do ar, com base em informações de medições por satélite, modelos de transporte aéreo e monitores de estação terrestre de mais de 3 mil localidades rurais e urbanas.
A estimativa é de que cerca de 3 milhões de mortes ao ano estejam ligadas à exposição ao ar inadequado. A poluição interna do ar, entretanto, aparenta ser igualmente perigosa, já que, em 2012, em torno de 6,5 milhões de mortes estavam associadas à poluição interna e externa juntas.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia