Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de setembro de 2016. Atualizado às 22h44.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Turquia

Notícia da edição impressa de 14/09/2016. Alterada em 13/09 às 22h33min

Governo pede formalmente aos EUA a prisão de Fetullah Gulen

A agência estatal de notícias da Turquia, Anadolu, informou ontem que o Ministério da Justiça enviou aos Estados Unidos o pedido formal de prisão e extradição do clérigo Fetullah Gulen, acusado de orquestrar a tentativa fracassada de golpe no mês de julho. O pedido informa que Gullen, que vive no Estado da Pensilvânia, "deu ordens e comandou" a violenta tentativa de golpe que terminou com a morte de 270 pessoas. Ele nega qualquer envolvimento.
No mês passado, durante uma visita do vice-presidente norte-americano, Joe Biden, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o acordo de extradição firmado entre os dois países permite que suspeitos possam ao menos ser detidos e colocados sob vigilância. "Apesar disso, este indivíduo ainda está livre e dirigindo sua organização terrorista", afirmou.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia