Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de setembro de 2016. Atualizado às 13h15.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

união europeia

Alterada em 05/09 às 13h17min

Hollande diz que adiar negociações do Brexit pode prejudicar economia mundial

O presidente da França François Hollande disse nesta segunda-feira que a perspectiva de o Reino Unido sair da União Europeia (UE) pesa sobre a economia mundial e que Londres deve começar as negociações do Brexit até o final do ano.
Em um pronunciamento durante uma coletiva de imprensa no fim da cúpula do G-20, Hollande afirmou que diversos fatores - guerras, mudanças climáticas e o Brexit - pesam sobre a economia mundial.
Ele afirmou que disse à primeira-ministra britânica, Theresa May, que preparar as negociações com a UE sobre os termos de saída até o final do ano "é um prazo razoável", e que qualquer atraso terá um impacto negativo sobre as economias do Reino Unido e do bloco.
Em um comunicado final nesta segunda-feira, os líderes do G-20 disseram que "O resultado do referendo sobre o pertencimento do Reino Unido à União Europeia se acrescenta as incertezas em relação a economia global." Eles acrescentaram que seus países estão "bem posicionados" para lidar com as consequências econômicas e financeiras em potencial devido ao referendo de junho no qual os cidadãos britânicos votaram a favor de sair da União Europeia. "No futuro, esperamos que o Reino Unido seja um parceiro próximo da União Europeia", afirmaram.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia