Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de setembro de 2016. Atualizado às 23h59.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Notícia da edição impressa de 08/09/2016. Alterada em 07/09 às 21h22min

Chuva dá trégua até o final da semana no Estado

Com exceção de algumas pancadas isoladas hoje no Leste e na Região Metropolitana, o Rio Grande do Sul terá trégua da chuva até o final da semana, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Os fortes ventos também cessarão. Com isso, a temperatura terá aumento gradual, chegando a 28 graus no domingo.
Conforme o Inmet, hoje o céu ficará parcialmente nublado, com possibilidade de chuva em áreas isoladas do Leste e da Região Metropolitana. Nas demais regiões, não há previsão de chuva. As marcas variarão entre 3 e 23 graus. Em Porto Alegre, ficarão entre 11 e 18 graus.
Amanhã, a instabilidade abandona o Estado, restando apenas uma névoa úmida ou seca. Os termômetros registrarão de 5 a 24 graus no Rio Grande do Sul e de 12 a 21 graus na Capital. O cenário se manterá o mesmo no sábado, com as temperaturas aumentando gradualmente e chegando no domingo à mínima de 9 graus e à máxima de 28 graus no Estado, e mínima de 15 e máxima de 26 graus em Porto Alegre.
De acordo com a MetSul Meteorologia, as rajadas de vento associadas ao ciclone extratropical em atividade até ontem no Rio Grande do Sul alcançaram velocidades entre 70 e 80 quilômetros por hora. O Guaíba ganhou a aparência de mar, pelas águas revoltas e ondas. Competições chegaram a ser suspensas no clube Veleiros do Sul, na zona Sul da Capital, devido à ventania. Na terça-feira, o vento causou a queda de uma árvore de grande porte sobre um caminhão na RST-470, em Bento Gonçalves, levando à morte o motorista.
Hoje, com o afastamento do ciclone, o vento perderá força e será fraco, com períodos de moderado ao longo do dia na maior parte das regiões. A faixa costeira, contudo, ainda poderá registrar rajadas fortes.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia