Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de setembro de 2016. Atualizado às 13h59.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Porto Alegre

07/09/2016 - 13h09min. Alterada em 07/09 às 13h59min

Desfile de 7 de Setembro reúne pelo menos quatro mil pessoas em Porto Alegre

Desfile dos 194 anos da Independência do Brasil aconteceu na manhã desta quarta-feira

Desfile dos 194 anos da Independência do Brasil aconteceu na manhã desta quarta-feira


Luiz Chaves/Palácio Piratini/Divulgação/JC
Dados atualizados às 14h.
O desfile do feriado do Dia da Independência do Brasil começou por volta das 10h da manhã desta quarta-feira (7) e teve cerca de uma hora e meia de duração. Presidido pelo general Edson Leal Pujol, o ato reuniu - de acordo com o Exército - cerca de quatro mil pessoas, entre militares e civis. Em nota, o governo do Estado falou em cinco mil pessoas, entre homens e mulheres.
Além das autoridades que ocuparam o palanque oficial, o desfile teve a presença de unidades do Exército, Marinha, Aeronáutica, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, EPTC, Guarda Municipal e 150 viaturas. Ao todo, se apresentaram ao público 18 representações, entre grupamentos, ex-combatentes, veteranos, associações de oficiais da reserva, paraquedistas, ex-integrantes do Batalhão de Suez, destacamentos motorizados e hipomóveis. Também desfilaram estudantes, grupos de escoteiros e representantes de entidades civis.
O governador José Ivo Sartori e o prefeito José Fortunati acompanharam o evento. Sartori recebeu honras militares e passou em revista as tropas, na Avenida Edvaldo Pereira Paiva, e depois participou do ato de hasteamento das bandeiras do Brasil, Rio Grande do Sul e Porto Alegre ao lado do Comandante Militar do Sul, general Edson Leal Pujol, e de Fortunati.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia