Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de setembro de 2016. Atualizado às 23h48.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa sul-americana

Alterada em 28/09 às 23h52min

Flamengo decepciona em casa, perde do Palestino e está eliminado na Sul-Americana

O Flamengo está eliminado da Copa Sul-Americana. Apesar de ter conquistado boa vantagem na primeira partida das oitavas de final, com vitória por 1 a 0, o time foi derrotado por 2 a 1 para o Palestino, nesta quarta-feira, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES). A queda para os chilenos se deve em virtude do gol marcado fora de casa usado como critério de desempate.
Foi a primeira vez que o time rubro-negro não venceu um jogo na cidade capixaba. Até então, tinha aproveitamento de 100% nos sete jogos que disputou. Após a classificação histórica, o Palestino aguarda o vencedor de La Guaíra e San Lorenzo, que se enfrentam nesta quinta-feira, na Venezuela. Os argentinos venceram a primeira partida por 2 a 1 e jogam pelo empate para avançar.
Focado no Campeonato Brasileiro, o técnico Zé Ricardo apostou em um time misto sem Réver, Jorge, Willian Arão, Diego e Éverton - todos poupados. Com as ausências e sem entrosamento, o Flamengo atuou como se fosse visitante, na defensiva e sem conseguir ditar o ritmo do jogo. A falta de entrosamento era nítida, principalmente pelo lado esquerdo com Fernandinho, que tentava jogadas individuais, sem a companhia de Chiquinho, acuado na defesa.
Isolado na frente, o centroavante peruano Guerrero lutava em vão contra os chilenos. Na única vez em que foi acionado, ajeitou para Alan Patrick, que se atrapalhou e não conseguiu a finalização. Apesar de ter maior posse de bola, o Palestino não conseguia causar perigo ao goleiro Muralha. Mas, na primeira vez marcou. Aos 32 minutos, após falta de Rafael Vaz, Leonardo Valencia acertou a trave; no rebote, Cereceda viu a bola sobrar livre para fazer 1 a 0.
A situação rubro-negra, cômoda até então, se complicou aos 45 minutos. Com liberdade pela faixa central, Leonardo Valencia conduziu pelo meio e chutou forte no canto para ampliar a vitória: 2 a 0.
Mesmo com o fraco desempenho, Zé Ricardo não fez mudanças no intervalo. Já em campo, o time teve nova postura, com Alan Patrick mais participativo. Mas a melhor opção era Fernandinho, que encontrou Guerrero livre na área e quase diminuiu. Aos 19 minutos, Pará sofreu pênalti. Alan Patrick cobrou e fez 2 a 1.
Na busca por mais gol, o Flamengo se lançou ao ataque e deu espaço para o contra-ataque. O Palestino não ficou na defensiva e também foi atrás de um gol. Zé Ricardo apostou em Emerson e Felipe Vizeu e o time intensificou a pressão. Só que aos 40 minutos quase sofreu outro gol, com o chute de Leonardo Valencia na trave.
Sem reação, o Flamengo insistiu nos minutos finais, mas sem sucesso e sem evitar a eliminação nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Agora resta brigar com o Palmeiras e o Atlético Mineiro pelo título do Campeonato Brasileiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia