Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de setembro de 2016. Atualizado às 18h28.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

liga dos campeões

Alterada em 27/09 às 18h31min

Leicester vence mais uma e lidera grupo na Liga dos Campeões

Sensação da última temporada do futebol inglês, o Leicester City tenta aos poucos replicar na Liga dos Campeões o brilho do título passado. E, nesta terça-feira, o modesto time inglês venceu a segunda na competição europeia e disparou na liderança do Grupo G. A vítima da vez foi o Porto, dos brasileiros Felipe e Alex Telles e do goleiro Casillas, batido por 1 a 0 em Leicester.
O único gol da partida foi marcado aos 24 minutos de jogo. Em cruzamento da direita, Vardy furou, mas Slimani não desperdiçou e cabeceou para as redes. O gol confirmou o domínio inglês na primeira etapa. O Leicester tinha maior posse de bola e criava as melhores oportunidades no ataque.
O segundo tempo foi mais equilibrado, porém com menos chances claras de gol. Para buscar o empate, o técnico Nuno Espírito Santo colocou em campo Diogo Jota e Hector Herrera para reforçar o setor ofensivo. As mudanças começaram a surtir efeito a partir dos 30 minutos. O Porto passou a pressionar, enquanto o Leicester abdicava do ataque e recuava.
A melhor oportunidade do time português surgiu aos 38 minutos, em forte chute de Jesús Corona. Ele acertou a trave direita. No rebote, a bola quase acertou o goleiro Schmeichel, que precisou desviar para não fazer gol contra. Antes disso, o Porto já havia ameaçado em finalização de Herrera, aos 28.
Nos minutos finais, o time inglês passou a levar sufoco do Porto. Totalmente recuado, se defendia como podia. Mas também pouco sofria para afastar as raras ameaças realmente perigosas do rival português.
Na outra partida do grupo, o Copenhague aplicou 4 a 0 no Brugge, na capital dinamarquesa. Foi o primeiro triunfo do time anfitrião na chave. Stefano Denswil marcou contra, abrindo o placar, no começo do segundo tempo. E Thomas Delaney, Federico Santander e Mathias Joergensen, nos acréscimos, anotaram os outros gols do Copenhague.
O placar só não foi mais elástico porque o time da casa desperdiçou cobrança de pênalti. Ludwig Augustinsson perdeu a grande chance quando o Copenhague ainda vencia por apenas 1 a 0.
Com estes resultados, o Leicester desponta na liderança da chave com seis pontos e 100% de aproveitamento até agora. A segunda posição pertence ao Copenhague, agora com quatro. O Porto está em terceiro, com apenas um ponto. O Brugge, ainda sem pontuar, é o quarto e último colocado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia