Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 11 de setembro de 2016. Atualizado às 22h39.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Rio 2016

Notícia da edição impressa de 12/09/2016. Alterada em 11/09 às 22h34min

Brasil se mantém no Top 5 com recorde e mais ouros

O atleta brasileiro Petrúcio Ferreira dos Santos ganhou ontem o ouro nos 100m rasos, categoria T47 do atletismo, nas Paralimpíadas do Rio. O brasileiro também quebrou recorde mundial da prova, com tempo de 10s57. "Eu diria que estar participando em casa, com toda essa torcida nos apoiando, foi a forcinha a mais que a gente estava precisando. Esse apoio, esse incentivo, esse empurrão do pessoal de casa", comemorou o paraibano. Na mesma prova, o brasileiro Yohansson Nascimento ficou com o bronze.
Para chegar no Top 5 da Rio 2016, o Comitê Paralímpico Brasileiro investiu, em todas as modalidades, mais de R$ 370 milhões. Em Londres, o Brasil terminou na 7ª colocação, com 43 medalhas, atrás de Estados Unidos, Austrália, Ucrânia, Grã-Bretanha, Rússia e China. Até o momento, os brasileiros somam 24 medalhas.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia