Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de setembro de 2016. Atualizado às 23h24.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Fórmula 1

Notícia da edição impressa de 09/09/2016. Alterada em 08/09 às 23h23min

Grupo de mídia dos EUA compra a categoria por R$ 26 bilhões

A Liberty Media, do magnata da TV a cabo norte-americana John Malone, anunciou a compra da Fórmula 1, principal categoria do automobilismo no mundo. Segundo um comunicado da companhia, o valor total da transação é de US$ 8 bilhões (aproximadamente R$ 26 bilhões), incluindo as dívidas.
O acordo prevê que a Liberty Media tenha imediatamente 18,7% das ações da F-1 por US$ 746 milhões (R$ 2,4 bilhões). A empresa espera completar o negócio até o primeiro trimestre de 2017. Chase Carey, ex-braço direito de Rupert Murdoch na 21st Century Fox, assumirá a presidência da empresa. Bernie Ecclestone, que está no controle da categoria há mais de 30 anos, continuará como diretor-geral, segundo os termos do acordo.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia