Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de setembro de 2016. Atualizado às 11h44.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

governo federal

07/09/2016 - 09h44min. Alterada em 07/09 às 11h44min

Temer é recebido com vaias e aplausos no desfile de 7 de Setembro em Brasília

Presidente Michel Temer foi vaiado durante desfile de 7 de Setembro

Presidente Michel Temer foi vaiado durante desfile de 7 de Setembro


Wilson Dias/Agência Brasil/JC
Mesmo com entrada restrita para convidados nas arquibancadas mais próximas da tribuna de honra no desfile de 7 de Setembro em Brasília, não foi possível abafar as vaias de protesto contra o presidente Michel Temer. Ele foi recebido sob protestos e gritos de "golpista" por pessoas que foram assistir ao desfile, na Esplanada dos Ministérios. 
Ao chegar ao local reservado às autoridades para o início do desfile, Temer foi aplaudido pelo público que acompanha o evento das arquibancadas, próximas à tribuna presidencial. Logo depois, porém, dezenas de pessoas vaiaram e começaram a gritar "Fora, Temer" por diversas vezes, fazendo com que o cerimonial do desfile fosse momentaneamente interrompido.
Os manifestantes estavam sentados em uma arquibancada localizada na diagonal da tribuna reservada ao presidente, praticamente na frente de outro espaço onde estão posicionados diplomatas e demais autoridades. Durante cerca de um minuto, os gritos e as vaias interromperam o protocolo do evento. Após a execução do Hino Nacional, os protestos continuaram, de forma mais espaçada. 
O peemedebista chegou em carro fechado, acompanhado da esposa Marcela e quebrou uma antiga tradição: não passou revista às tropas. Ele foi recebido pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, e o ministro da Defesa, Raul Jungmann.
Temer e Marcela deixaram o local por volta das 11h, no momento em que a Esquadrilha da Fumaça fazia sua tradicional apresentação. No momento em que Temer deixava a tribuna de honra, os gritos de "Fora Temer" e "golpistas, fascistas não passarão" recomeçaram na arquibancada ao lado. Dessa vez, no entanto, os gritos foram abafados pelo som da cerimônia. Com informações da Agência Brasil e Estadão Conteúdo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia