Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de setembro de 2016. Atualizado às 20h23.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

eliminatórias da copa

Alterada em 01/09 às 20h25min

Gabriel Jesus brilha na estreia de Tite e Brasil derrota o Equador por 3 a 0

Brasileiros goleiam equatorianos e almejam conquistar a vaga direta à Copa do Mundo

Brasileiros goleiam equatorianos e almejam conquistar a vaga direta à Copa do Mundo


JUAN CEVALLOS/AFP/JC
O técnico Tite teve uma estreia de gala na seleção brasileira. A equipe jogou uma excelente partida, dominou totalmente o até então invicto Equador e venceu por 3 a 0, nesta quinta-feira, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, pela sétima rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Foi um triunfo incontestável. Gabriel Jesus foi o destaque da partida - fez dois gols e sofreu o pênalti do primeiro. E o treinador, que levou a seleção aos 12 pontos, sorriu como criança ao final do jogo.
Antes mesmo de a bola rolar, Tite chamou o meia Willian para dar uma instrução. Em pé com os braços cruzados, tinha expressão ansiosa. Depois, passou quase todo o primeiro tempo de pé. Gesticulou bastante, sempre indicando posicionamento para os jogadores. Fez ou outra, após a conclusão de uma jogada, brasileira ou equatoriana, virava-se para o banco de reservas e comentava alguma coisa com seus auxiliares.
Tite deu algumas broncas, como em Willian, após o meia perder uma bola que permitiu ao Equador um ataque bastante perigoso, mas também elogiou as jogadas bem feitas. Ao final da etapa, o treinador teve mais motivos para elogiar do que para dar broncas. A seleção jogou relativamente bem os primeiros 45 minutos. Não permitiu ao Equador pressionar - como o técnico Gustavo Quinteros queria. Marcou bem, tocou a bola e criou as melhores oportunidades.
O Brasil também falhou, principalmente os laterais. Daniel Alves na direita, perdeu várias disputas para Jefferson Montero e Marcelo, na esquerda, deixou muitos espaços. Esse foi o principal problema da equipe na etapa. Em compensação, os zagueiros de área comportarem-se muito bem.
A equipe voltou ainda melhor no segundo tempo. Jogando com um pouco mais de rapidez, com Neymar mais esperto do que na primeira etapa, o Brasil dominou e atacou mais. O jogo ficou mais franco e os equatorianos ameaçaram algumas vezes, mas não com grande perigo.
O time brasileiro, ao contrário, teve boas chances, com Renato Augusto e Marcelo, sendo que o chute do lateral-esquerdo da entrada da área levou Tite ao desespero. A seleção estava bem, mas o gol não saiu e o técnico foi ficando ainda mais agitado e nervoso. Alternava momentos em que gesticulava e falava muito, com outros em que cruzava os braços.
O time estava bem, mas Willian não funcionava e Tite o trocou por Phillipe Coutinho. Aí, o domínio aumentou e veio o primeiro gol. Gabriel Jesus, que fez ótima partida, foi derrubado na área pelo goleiro Dominguez. Neymar bateu e abriu o placar aos 26 minutos. O treinador comemorou, mas logo chamou Renato Augusto para dar instrução - pediu atenção total para neutralizar a pressão que viria.
No entanto, o Brasil continuou mandando na partida, só passou um momento de real perigo - chute de Bolaños e grande defesa de Alisson - criou chances e chegou ao segundo gol, aos 41 minutos. Golaço de Gabriel Jesus, de calcanhar, após triangulação entre Phillipe Coutinho, Neymar e Marcelo.
Aí, Tite explodiu. Pulou, abraçou e cerrou os punhos. Ele estreava com vitória na seleção. Gabriel Jesus ainda faria outro belo gol, aos 46 minutos, para premiar o chefe. Agora é pensar na Colômbia, nesta terça-feira, na Arena Amazônia, em Manaus, pela oitava rodada das Eliminatórias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia