Porto Alegre, sexta-feira, 16 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

HOSPITAIS DO INTERIOR

- Publicada em 16h26min, 30/09/2016. Atualizada em 16h22min, 15/10/2020.

Investimentos em saúde no Hospital São Vicente de Paulo

Hospital busca novo fôlego para equilibrar as finanças

Hospital busca novo fôlego para equilibrar as finanças


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO HSVP /DIVULGAÇÃO/JC
A dois anos de seu centenário, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, investe para enfrentar o momento difícil da saúde. Em abril, comprou o Instituto de Ortopedia e Traumatologia (IOT) e aposta na expansão da marca. A ideia de adquirir um hospital que atende convênios e particular é impulsionar a arrecadação para sustentar a demanda do Sistema Único de Saúde (SUS). Essa foi a maneira encontrada para dar novo fôlego ao hospital filantrópico e equilibrar as finanças.
A dois anos de seu centenário, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, investe para enfrentar o momento difícil da saúde. Em abril, comprou o Instituto de Ortopedia e Traumatologia (IOT) e aposta na expansão da marca. A ideia de adquirir um hospital que atende convênios e particular é impulsionar a arrecadação para sustentar a demanda do Sistema Único de Saúde (SUS). Essa foi a maneira encontrada para dar novo fôlego ao hospital filantrópico e equilibrar as finanças.
O HSVP possui mais de 50 mil metros de área e mais de 700 leitos, consolidando-se como o maior hospital regional do Interior. Em 2015, atendeu 33.120 pacientes de 481 municípios do País, 72,84% pelo SUS, e 60.251 pacientes na emergência. Em junho, inaugurou o Centro Oncológico Infantojuvenil, voltado ao diagnóstico precoce, atendimento de 100 a 130 novos casos por ano, aprimoramento de pesquisa e uso de novas tecnologias, além de suporte paliativo de qualidade aos pacientes. 
Comentários CORRIGIR TEXTO