Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de setembro de 2016. Atualizado às 22h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Notícia da edição impressa de 30/09/2016. Alterada em 29/09 às 22h32min

Recessão no País está perto do fim, diz FMI

O Brasil deve retomar o crescimento de forma gradual em 2017, afirmaram os economistas do Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta quinta-feira após concluírem uma missão ao Brasil. Para a retomada, alertam, o ajuste fiscal é essencial.
A previsão do Fundo para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil que consta no relatório é de expansão de 0,5% em 2017, mesmo número estimado pelos economistas do Fundo em julho. Para o FMI, há "sinais preliminares" de que a recessão no País está próxima do fim, mas a previsão de retomada em 2017 vai depender da aprovação no Congresso e implementação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos, da reforma da Previdência e que o governo atinja as metas fiscais neste ano e no próximo.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia