Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 23 de setembro de 2016. Atualizado às 15h48.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria Automotiva

23/09/2016 - 15h47min. Alterada em 23/09 às 15h49min

Foton apresenta primeiro caminhão produzido no Rio Grande do Sul

Sartori fez o test-drive do modelo de 10 toneladas para atender o transporte dentro das cidades

Sartori fez o test-drive do modelo de 10 toneladas para atender o transporte dentro das cidades


Karine Viana/Palácio Piratini/Divulgação/JC
A Foton Aumark do Brasil apresentou na manhã desta sexta-feira (23) o primeiro veículo da empresa produzido no Rio Grande do Sul. O evento foi na linha de montagem temporária da companhia, localizada na Agrale, em Caxias do Sul. A empresa pretende começar a montagem para o mercado em outubro.
O governador José Ivo Sartori (PMDB) fez o test-drive do modelo de 10 toneladas e que faz parte de uma pré-série de caminhões leves, que terá versão de 3,5 toneladas. A linha busca alcançar o mercado de veículos para o transporte dentro das cidades. 
O governador apontou que a iniciativa da Foton "serve de modelo para a recuperação econômica", que já estaria em curso. "Começa apenas com um caminhão, mas é o início de um grande processo, com grandes desafios, que mostrará que é possível construir parcerias e ir em frente", afirmou Sartori.
A empresa mantém a intenção de montar a unidade definitiva em parte da área que já foi destinada a uma fábrica de automóveis da Ford, no fim dos anos de 1990, em Guaíba. A previsão é de começar a produção no local em 2017.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia