Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de setembro de 2016. Atualizado às 10h13.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Taxas de juros oscilam entre margens estreitas, com viés de baixa

Os juros futuros rondam a estabilidade na manhã desta segunda-feira (19), com viés de baixa, com investidores à espera das decisões de política monetária do Federal Reserve (o banco central norte-americano) e do Banco do Japão, na quarta-feira. Embora o foco dos mercados esteja nos dois dos maiores bancos centrais do mundo, a contração do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) de julho corrobora para um viés de baixa dos juros futuros.

Após cair 0,37% em junho (dado já revisado), a economia brasileira voltou a registrar leve retração em julho. O IBC-Br do mês teve baixa de 0,09% ante junho, com ajuste sazonal. Analistas consultados pelo Broadcast Projeções esperavam um resultado entre zero e alta de 1,00% (mediana de elevação de 0,30%).

Às 9h31min, o DI para janeiro de 2018 estava em 12,53%, de 12,54% no ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2021 exibia 12,06%, de 12,08%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia