Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de setembro de 2016. Atualizado às 08h07.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bolsa de Tóquio sobe, mas feriados mantêm outros mercados asiáticos fechados

A Bolsa de Tóquio fechou em alta nesta sexta-feira (16), após mostrar perdas nos dois pregões anteriores, ajudada por ações de tecnologia que subiram na esteira de um rali da Apple em Nova Iorque. Outros grandes mercados asiáticos, como os da China e de Hong Kong, além das bolsas da Coreia do Sul e Taiwan, não operaram hoje devido a feriados locais.

O Nikkei, que reúne as empresas mais negociadas na capital do Japão, subiu 0,7%, encerrando o dia a 16.519,29 pontos.

O setor de tecnologia se destacou no mercado japonês, refletindo o forte desempenho da Apple, cujos papéis saltaram 3,4% em Wall Street ontem e fecharam no maior nível desde dezembro do ano passado, em meio a sinais de demanda mais forte do que se previa pelos novos modelos do iPhone.

A fabricante de painéis Japan Display, que tem a Apple como seu maior cliente, disparou 12% em Tóquio hoje. Outras empresas que fornecem componentes para os smartphones da Apple também foram beneficiadas. Foi o caso da Alps Electric (+6%) e da Murata Manufacturing (+4%). Os iPhones 7 e 7 Plus estão sendo lançados em 28 países nesta sexta.

Bancos e seguradoras também avançaram, diante de especulação de que o Banco do Japão (Boj, na sigla em inglês) irá repensar sua política de taxa de juros negativa, após líderes industriais levantarem preocupações ontem de como as taxas negativas - e a tendência de valorização do iene - têm prejudicado os lucros. O BoJ vai revisar sua política monetária nos próximos dias 20 e 21.

No segmento financeiro, o Sumitomo Mitsui Financial Group e o Mitsubishi UFJ Financial Group subiram 2% e 3%, respectivamente, enquanto a seguradora Dai-ichi Life Insurance teve alta de 2%.

Ao longo da semana, porém, o Nikkei acumulou desvalorização de 2,63%, em meio a diversos rumores que circularam antes das reuniões do BoJ e do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Coincidentemente, o Fed irá se reunir nos mesmos dias do BoJ.

Na segunda-feira (19), o mercado japonês não vai operar, em função de um feriado nacional.

Na Oceania, a bolsa australiana subiu pelo terceiro pregão seguido, impulsionada por ações de todos os setores. O S&P/ASX 200 avançou 1,1% em Sydney, a 5.296,70 pontos. Na semana, por outro lado, o índice recuou 0,8%. Com isso, o mercado na Austrália vem numa sequência de cinco semanas consecutivas de perdas, a mais longa desde setembro de 2014.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia