Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de setembro de 2016. Atualizado às 20h19.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

aviação

Alterada em 14/09 às 20h23min

Demanda doméstica da Gol recua 2,7% em agosto; taxa de ocupação sobe para 78,2%

A demanda por voos da Gol no mercado doméstico recuou 2,7% em agosto, ante igual mês do ano passado, levando a taxa de ocupação para 78,2% ou 2,1 pontos porcentuais superior quando comparada ao mesmo período de 2015. No acumulado do ano até agosto, a demanda doméstica recuou 7,5%, com uma taxa de ocupação de 77,9%, com queda de 1,1 ponto porcentual (p.p.) ante igual etapa do ano passado.
Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa informa ainda que reduziu sua oferta doméstica em 5,4% em agosto e em 6,3% no acumulado do ano, quando comparada aos mesmos períodos de 2015.
No mercado internacional a oferta e a demanda da Gol caíram 25,3% e 24,2%, respectivamente, em agosto levando a taxa de ocupação para 73,9%, uma alta de 1,1 p.p.. No acumulado do ano, a oferta apresentou queda de 17,0%, enquanto a demanda recuou 14,1% o que resultou em uma taxa de ocupação 2,6 p.p superior e registrando 74,2%.
A empresa informou ainda que o volume de decolagens no sistema total caiu 20% e o total de assentos disponibilizados ao mercado recuou 19,6% no mês de agosto. No acumulado de 2016, o volume de decolagens e o total de assentos foram reduzidos em 16,1% e 16,0%, respectivamente.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia