Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de setembro de 2016. Atualizado às 23h59.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

Notícia da edição impressa de 15/09/2016. Alterada em 14/09 às 21h56min

Eletrobras se diz surpresa com embargo à Candiota

Controladora da usina movida a carvão foi multada em R$ 75 milhões

Controladora da usina movida a carvão foi multada em R$ 75 milhões


CGTEE/DIVULGAÇÃO/JC
A Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (Eletrobras CGTEE) reagiu com surpresa à decisão do Ibama, que determinou a paralisação "imediata" de seu complexo termelétrico em Candiota, no Rio Grande do Sul, e multou a empresa em mais de R$ 75 milhões, devido a diversas infrações ao meio ambiente.
Por meio de nota, a estatal informou que "todas as determinações emanadas pelos órgãos ambientais vêm sendo rigorosamente atendidas pela Eletrobras CGTEE, nos prazos negociados com o Ibama". Os motivos apresentados para determinar o embargo, segundo a empresa, já vêm sendo atendidos desde janeiro, com conhecimento e acompanhamento do Ibama, "o que justifica nossa surpresa, especialmente com a extrema penalidade aplicada".
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia