Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de setembro de 2016. Atualizado às 08h49.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bolsas asiáticas fecham perto da estabilidade

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única e perto da estabilidade nesta terça-feira (13), apesar de dados ligeiramente melhores que o esperado da China e em meio a preocupações com a perspectiva dos juros nos EUA.

Temores de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) esteja se preparando para elevar juros, talvez já na reunião de política monetária dos próximos dias 20 e 21, diminuíram um pouco após comentários da diretora do Fed Lael Brainard. Ontem, Brainard afirmar que a postura cautelosa do Fed em relação a juros foi útil nos últimos meses, ajudando a garantir ganhos no mercado de trabalho e o avanço da inflação.

Discursos de dois outros dirigentes do Fed também sinalizaram que o BC norte-americano poderá aguardar até o fim do ano para voltar a aumentar juros.

Dúvidas persistentes sobre a política monetária dos EUA, no entanto, ajudaram a deteriorar o sentimento dos investidores asiáticos ao longo do pregão.

Em Tóquio, o Nikkei terminou o dia em alta de apenas 0,34%, a 16.729,04 pontos, enquanto em Hong Kong, o Hang Seng recuou 0,32%, a 23.215,76 pontos, e o índice sul-coreano Kospi avançou 0,4% em Kospi, a 1.999,36 pontos, impulsionado pela Samsung Electronics, que saltou 4,2%, após sofrer um tombo de 7% ontem, diante dos problemas que enfrenta com a bateria defeituosa de algumas unidades do recém-lançado Galaxy Note 7.

Na China, o Xangai Composto mostrou dificuldade em se firmar numa única direção ao longo dos negócios e fechou em leve alta de 0,1%, a 3.023,51 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto subiu 0,6%, a 1.989,33 pontos. Os mercados chineses tiveram desempenho modesto apesar dos últimos números da produção industrial e de investimentos em ativos fixos do gigante asiático terem superado um pouco as expectativas.

Entre bolsas asiáticas menores, o Taiex registrou baixa marginal de 0,07% em Taiwan, a 8.940,83 pontos, enquanto o filipino PSEi caiu 0,42% em Manila, a 7.550,27 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana recuou 0,2%, com o índice S&P/ASX 200 fechando a 5.207,80 pontos, seu menor nível desde 6 de julho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia