Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de setembro de 2016. Atualizado às 10h23.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Taxas de juros passam a cair, em linha com dólar, após dado de emprego dos EUA

Os juros futuros renovaram mínimas e passaram a cair nesta sexta-feira (2), em sintonia com o dólar, após o relatório de emprego dos Estados Unidos mostrar que a economia do país criou 151 mil empregos em agosto, abaixo da previsão de analistas de 180 mil vagas. Com isso, fica enfraquecida a possibilidade de o Federal Reserve começar a subir os juros em breve.

Às 9h35min, o DI para janeiro de 2018 estava em 12,53% (mínima de 12,52%), de 12,59% no ajuste da quinta-feira. O vencimento para janeiro de 2021 exibia 11,88%, na mínima, de 11,97% no ajuste de quinta.

No Brasil, o resultado da produção industrial veio dentro do esperado e, segundo operadores, não pesou nesses ativos. A produção industrial subiu 0,10% em julho ante junho, na série com ajuste sazonal, dentro das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam uma retração de 0,90% a um crescimento de 1,10%, com mediana de estabilidade.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia