Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de setembro de 2016. Atualizado às 23h15.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Varejo

Notícia da edição impressa de 02/09/2016. Alterada em 01/09 às 23h13min

E-commerce registra menor crescimento em 16 anos

Vendas on-line devem alcançar 106,5 milhões de pedidos em 2016

Vendas on-line devem alcançar 106,5 milhões de pedidos em 2016


EMMANUEL DUNAND/AFP/JC
Os resultados do comércio eletrônico (e-commerce) em 2016 mostram uma freada na tendência de crescimento dos últimos anos. Em termos nominais, o setor cresceu 5,2% em faturamento no primeiro semestre deste ano ante igual período de 2015, a primeira vez em que a expansão ficou abaixo de dois dígitos nos últimos 16 anos, de acordo com dados do estudo WebShoppers, da empresa especializada Ebit.
Mesmo com esse desempenho mais fraco, as expectativas da Ebit são de retomada pela frente. Na avaliação do diretor de operações da Ebit, André Dias, o primeiro trimestre deste ano marcou o período mais fraco em vendas. A partir de maio, os resultados já indicaram crescimento da ordem de 10%, e a expectativa é positiva para a segunda metade do ano, declarou.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia