Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de setembro de 2016. Atualizado às 23h28.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Vinicius Ferlauto

Giro Rápido

Notícia da edição impressa de 09/09/2016. Alterada em 08/09 às 20h54min

Influência da internet

O Boston Consulting Group (BCG) divulgou recentemente um estudo que confirma que os canais digitais estão redefinindo o processo da decisão de compra de automóveis. A pesquisa, realizada na China, França, Alemanha e Estados Unidos, indica que até 70% dos consumidores escolhem a marca e o modelo do carro que vão adquirir antes mesmo da visita à concessionária, e que até 50% formam sua escolha com base em informações on-line. Para a maioria dos compradores, especialmente nos países ocidentais, o objetivo principal de uma visita à concessionária na fase pré-aquisição, hoje, é apenas validar a decisão inicial, testando o veículo pessoalmente. Além disso, de 10% a 20% dos clientes fecham o negócio totalmente on-line, sem ir à revenda.
Ônibus a Biometano/GNV
A Scania apresentou o primeiro ônibus nacional movido a biometano/GNV. A fase de demonstrações do veículo em território nacional começará na cidade de Sorocaba (SP). Essa configuração de ônibus já é realidade na Europa, com vantagens em termos de economia de combustível e redução de emissões.
Ônibus 100% elétrico
A Marcopolo está participando do projeto "Ônibus Elétrico Assistido por Energia Solar Fotovoltaica", do Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina. A iniciativa envolve o conceito de "deslocamento produtivo", aliado a um veículo de propulsão 100% elétrica e para o qual a geração de energia ocorre por intermédio de módulos solares fotovoltaicos integrados.
Liderança nacional
A Audi do Brasil emplacou 7.989 veículos nos oito primeiros meses do ano, volume que a mantém no topo do ranking de vendas do segmento premium no acumulado de 2016. O A3 Sedan segue na liderança entre os modelos mais comercializados no período, com 2.731 unidades.
Liderança regional
A Ford assumiu a liderança do segmento de picapes na Região Sul com a nova Ranger, principalmente pela demanda entre os clientes do agronegócio. Desde o lançamento da nova geração, em maio, as vendas da linha cresceram mais de 70%, resultando, no mês de julho, em uma participação de 34,2% nos mercados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, que respondem por 15% dos emplacamentos nacionais na categoria.
Adeus ao diesel
Segundo a agência de notícias Reuters, a Renault cogita abandonar o uso de motores a diesel na Europa. A marca estaria preocupada com o aumento dos custos de desenvolvimento desses propulsores, motivado, sobretudo, pelas regras antipoluição cada vez mais rígidas no Velho Continente.
Em operação
Construído mediante investimento de US$ 3 bilhões, o novo complexo automotivo da Kia no México começou a operar. Trata-se da primeira fábrica da montadora coreana na América Latina e inicia suas atividades com 25% da capacidade produtiva, cerca de 100 mil carros por ano. O primeiro modelo a sair das linhas de montagem é o novo Cerato, de lançamento no Brasil previsto para este mês. O compacto Rio será o próximo. Cerca de 80% da produção será destinada ao mercado externo, principalmente para a América Latina e Estados Unidos. Para a atuação da Kia no Brasil, a planta mexicana trará vantagens relevantes, a principal delas a ampliação da cota de veículos com isenção do imposto de importação. Atualmente, a marca está limitada a 4.800 unidades taxadas vindas da Coreia.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia