Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de setembro de 2016. Atualizado às 13h43.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Carlos Pires de Miranda

De Olho na tevê

Notícia da edição impressa de 28/09/2016. Alterada em 27/09 às 21h52min

O jogo da vida

Se ao Grêmio pouco resta a fazer no Brasileirão, a Copa do Brasil passa a ser tudo. Mesmo que o adversário seja muito forte, bem treinado por Cuca, um profissional mais capacitado do que o ídolo Renato. A chance do Tricolor estará em vários setores de sua Arena: partirá da motivação que a torcida poderá somar à do grupo e a de cada jogador em campo. O Palmeiras não é imbatível, apenas o favorito. O Grêmio precisa voltar a ser o time aguerrido e copeiro que já foi e ganhar essa na raça - o jogo de volta é questão para mais adiante. Na Globo, a partir de 21h45min.
Sessão terror
O Santos na Vila Belmiro já é uma parada dura, com o Inter misto, pior ainda. A possibilidade de seguir adiante na Copa se fixa no regulamento: pelo menos um golzinho hoje (milagrosamente, dois), trará esperança de uma decisão no Beira-Rio com chance de classificação. Então, Celso Roth nem precisaria abrir mão de suas convicções, nem elenco e direção passariam por protestos exagerados na forma ou por descabidas ameaças de violência. Quanto ao jogo de sábado, vencer o Figueira é obrigação, a Série B estará à espreita, logo ali. O terror, idem.
Quem investiu está lucrando
Não que a dupla Grenal se tenha omitido: Bolaños custou caro, Nico López e Seijas, também. Mas a julgar pelo que rendem em campo, os investimentos foram malfeitos. Já o Flamengo ousou pagar a Guerrero e Diego o que eles pediram, o Galo gastou muito para ter Robinho, Fred e outros, segurou Lucas Pratto e curte a vida no G-4. O Palmeiras manteve Gabriel Jesus até dezembro e possui em seu grandioso elenco dois ou três bons reservas para substituí-lo. São os três clubes que disputam o título...
Nossos elefantes brancos
Canso de ver Arena e Beira-Rio com menos da metade de seus lugares ocupados. Quanto desperdício! Afora algum jogo importante de Libertadores, Copa do Brasil ou Brasileirão, o público médio é desproporcional à cobrança de resultados pela torcida e aos custos de investimento e manutenção. Em BH, Galo e Raposa não têm estádios próprios. No Rio, cada um na sua bolinha: o Vasco no caquético São Januário, o Botafogo no campinho da Portuguesa, o Flu no estadinho do América e o poderoso Flamengo em Cariacica (ES). Sem prejuízos.
Pitacos
*** Nico e Seijas são claramente reservas no Inter. Peitudo esse Celso Roth: despreza os dois principais reforços do ano, calçado no irrestrito apoio de Fernando Carvalho. Este arrisca todo o seu prestígio na missão. *** Juventude tem a maior pedreira da rodada, mas quem bateu o São Paulo no Morumbi pode repetir a façanha, não? *** O Flu denunciou "armação da CBF a favor do Corinthians", que o eliminou da Copa do Brasil quarta-feira. O folclórico Levir Culpi reclamou até do vestiário da luxuosa Arena. Domingo venceu lá mesmo, com gol ilegal. *** Nesse jogo, o gaúcho Daronco foi mal: não viu dois pênaltis nem o impedimento no gol. Pior foi Carlos Simon, na Fox: flagrou um dos erros de Daronco, após vários replays. Depois, pediu para pensar melhor...
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 28/09/2016 10h58min
O 12º JOGADOR, SEMPRE AJUDARÁ A FAZER O GOL !!!nnSer torcedor do INTERNACIONAL é ser persistente do início ao fim do ano com FÉ.nSer torcedor é ter a consciência que cada jogo será um teste cardíaco para a VITÓRIA.nSer torcedor é gostar de MATEMÁTICA e acreditar nos NÚMEROS que precisamos.nSer torcedor é ser a 12ª opção do técnico, tipo uma ARMA secreta não remunerada.nSer torcedor é encarar o calor ou frio que nunca assustam para torcer mais uma vez. nSer torcedor é falar para a sua mulher que foi ao futebol, mas voltará para fazer amor.nSer torcedor é saber que às vezes o jogo se torna tão difícil, mas vale apena torcer.nSer torcedor é buscar na sua otimista alma toda a paciência possível até o fim do jogo.nSer torcedor é suportar dificuldades emocionais como todos os nossos jogadores.nSer torcedor é saber tolerar que um erro de uma jogada poderá ser o acerto de outra. nSer torcedor é tudo de bom do início ao fim do jogo passando muita energia positiva.nSer torcedor é sorrir depois da linda jogada do seu time, tipo aquele quase lance de GOL.nSer torcedor é vibrar muito quando o adversário errar um passe, ou tiver alguém expulso.nSer torcedor é tirar com o olhar, com a mão, pernas todo lance perigoso em nossa ÁREA.nSer torcedor é vaiar demais toda vez que o adversário pegar na bola para tentar jogar.nSer torcedor é pedir para que os jogadores do INTERNACIONAL joguem muito mais.nSer torcedor é chorar de comoção pelo os GOLS que os jogadores estão perdendo.nSer torcedor é saber recomeçar com os JOGADORES DO INTER a cada nova jogada.nSer torcedor é transformar hoje a VILA-BELMIRO num BEIRA-RIO e VENCER o Santos.nSer torcedor é saber que somente a VITÓRIA acalmará está difícil situação que estamos.nSer torcedor é o início, meio e o fim que recomeça depois de uma GRANDE VITÓRIA. nSer torcedor é saber que UM GOL A ZERO = A DOIS é TRES PONTOS de CRÉDITO.nnAgora, o resto é com os jogadores que Celso Roth escalar. nnAbs. Dorian Bueno Google +, POA, 28.09.2016 nnnnn