Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de outubro de 2016. Atualizado às 22h23.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Infraestrutura

Notícia da edição impressa de 06/10/2016. Alterada em 05/10 às 18h16min

Governo quer investimento cruzado para fazer ferrovias

Planos preveem fazer conexões para acelerar uso da Ferrovia Norte-Sul

Planos preveem fazer conexões para acelerar uso da Ferrovia Norte-Sul


VALEC/DIVULGAÇÃO/JC
O governo federal pretende tirar do papel algumas obras pontuais em ferrovias para atacar os "gargalos" logísticos - como o Ferroanel de São Paulo - com recursos das taxas de outorga que as atuais concessionárias de linhas férreas pagarão para renovar antecipadamente seus contratos. Em vez de recolhê-las ao Tesouro, essas empresas realizarão obras em outras ferrovias, selecionadas pelo governo.
Assim, o que provavelmente se transformaria em superávit primário será convertido em investimentos. Segundo fontes, a ideia não enfrenta oposição do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. O governo ainda está estimando quanto cobrará e, portanto, de quanto vai dispor para novos investimentos.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia