Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de setembro de 2016. Atualizado às 19h19.

Jornal do Comércio

JC Logística

COMENTAR | CORRIGIR

Transportes

Notícia da edição impressa de 15/09/2016. Alterada em 14/09 às 18h13min

Multa para quem não pagar VLT já está valendo

Responsabilidade pelo pagamento da tarifa é do passageiro, mas haverá fiscalização

Responsabilidade pelo pagamento da tarifa é do passageiro, mas haverá fiscalização


YASUYOSHI CHIBA/AFP/JC
As multas para os passageiros do VLT que não validarem seus cartões de acesso já começaram a valer. A fiscalização é feita por uma dupla formada por um agente da Guarda Municipal e um agente da concessionária, que terá um equipamento próprio para conferência. A multa é de R$ 170,00 e deve ser paga em até 10 dias. Em casos de reincidência, o valor aumenta para R$ 255,00.
"A fiscalização é uma forma de respeitar aquele que exerceu seu papel. O que queremos é que a não validação, que já está abaixo do que a gente esperava, fique num patamar ainda menor, quem sabe, chegando a zero", explica Alberto Silva, presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp).
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia