Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de outubro de 2016. Atualizado às 21h38.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Notícia da edição impressa de 05/10/2016. Alterada em 04/10 às 19h30min

Eu, auditor, robô: Machine Learning a serviço do Fisco

 Renato Matavelli é especialista em soluções de compliance tributário

Renato Matavelli é especialista em soluções de compliance tributário


IMAGE COMUNICAÇÃO /DIVULGAÇÃO/JC
Renato Matavelli
O termo Inteligência Artificial (IA) não é algo novo e já foi muito usado, principalmente em filmes de ficção científica. Mas agora voltou acompanhado de outros termos que fazem parte desta tecnologia e que de alguma forma nos aproxima do conceito, trazendo-o para o nosso dia a dia.
Um destes termos é "Machine Learning" (Aprendizado de Máquina), que, de forma sucinta e simples, seria um agrupamento de regras, que permite aos computadores agirem e tomarem decisões baseadas na interpretação de um universo de dados em vez de seguir uma programação. São capazes de aprender e melhorar com a evolução e com a exposição a novos fatos.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia