Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 25 de setembro de 2016. Atualizado às 18h28.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Responsabilidade Social

Notícia da edição impressa de 26/09/2016. Alterada em 23/09 às 18h59min

Com as mãos no futuro

Instituição incentiva crianças e jovens a realizar ações sustentáveis

Instituição incentiva crianças e jovens a realizar ações sustentáveis


ANTONIO PAZ/JC
Nicole Feijó
Sustentabilidade e educação são dois conceitos com significados diferentes, mas que estão mais unidos do que nunca. A Aldeia da Fraternidade, associação sem fins lucrativos dedicada a crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, percebeu a importância social dessa união e, desde então, ensina os seus atendidos a cuidar do meio ambiente. Mantida por convênios com o setor público, doações e parcerias, a organização já funcionou como casa lar, mas hoje atende 240 crianças, de um a 17 anos, em turno integral e no contraturno escolar. Para atendê-los, 48 funcionários do local contam ainda com outros voluntários frequentes. 
Há dois anos, depois de passar por um período de reestruturação pedagógica, organizou a sua atuação em três eixos: cultura e arte, esporte e lazer, e educação para sustentabilidade. A proposta do novo projeto pedagógico é ampliar as perspectivas de vida dos jovens com o objetivo de incentivá-los a fazerem escolhas mais saudáveis frente as novas oportunidades. O Bazar da Aldeia está entre os novos projetos, e irá comercializar roupas, artigos novos e seminovos feitos a partir de itens que seriam descartados (o chamado upcycling), e a quantia arrecadada com as vendas é destinada aos projetos da organização. Esse é apenas uma das ações que a instituição realizada para, além de gerar recursos, reduzir o impacto ao meio ambiente. Desde que as atividades foram reformuladas e os projetos, repensados, a sustentabilidade se tornou um dos principais focos da Aldeia. Ou seja, além da educação física, jiu-jitzu, oficinas de música e outras dinâmicas, as crianças são incentivadas a realizar ações de benefício ao meio ambiente.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia