Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 30 de agosto de 2016. Atualizado às 20h24.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

relações internacionais

Alterada em 30/08 às 20h25min

Meirelles, Serra e Renan viajarão com Temer para a China

Mesmo sem a definição em relação ao horário do embarque para a China, já que o presidente em exercício, Michel Temer, quer aguardar a decisão do impeachment que deve confirmar o afastamento definitivo de Dilma Rousseff para viajar como presidente efetivo, estão definidos alguns integrantes da comitiva que o acompanharão no avião presidencial. Entre eles estão o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o de Relações Exteriores, José Serra, além do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
Também foram convidados para integrar a comitiva alguns parlamentares, como os deputados Beto Mansur (PRB-SP), Fábio Ramalho (PMDB-MG) e o líder do DEM, Pauderney Avelino (AM).
Alguns ministros que também participarão da agenda na Ásia, como o da Agricultura, Blairo Maggi, e o dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, irão antes da comitiva presidencial já que possuem uma ampla agenda com empresários e investidores das suas áreas.
O avião presidencial - um Airbus A319 - possui uma suíte para Temer, além de uma espécie de ala vip, com amplas cadeiras e mesas de escritório para reuniões. A primeira-dama, Marcela Temer, não acompanhará o marido em sua provável primeira viagem como presidente efetivado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia