Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 21 de agosto de 2016. Atualizado às 21h35.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

estados unidos

Alterada em 21/08 às 21h37min

Inundação no Sul dos EUA reduz colheita de arroz de 2016

A chuva pesada que trouxe inundações recordes à Louisiana recentemente deve gerar impacto na colheita norte-americana de arroz, um alimento básico que geralmente gosta de água à medida que cresce, mas não podem ser colhido por máquina se os campos estão inundados.
Embora o arroz seja uma planta aquática, esta é a época do ano em que os agricultores drenam suas terras e ligam equipamentos pesados para a colheita. Mas alguns campos permanecem inacessíveis em partes do Arkansas e Louisiana. "Eu ouvi de um monte de agricultores que o nível da água tem sido maior do que muitos dos últimos furacões", disse Dustin Harrell, um agrônomo de arroz no Centro de Pesquisa em Agricultura LSU na Louisiana.
A colheita de 2016 era esperada para ser 26% maior do que a de 2015, de acordo com Eric Wailes, um economista agrícola da Universidade de Arkansas. Segundo ele, a perda de parte da safra deste ano não deve provocar aumento de preços do arroz usado para alimentação, de cereais ou de cerveja que leva o arroz como ingrediente. "Ter uma colheita muito maior evita este evento", explicou. Para Wailes, ainda é prematuro fazer uma avaliação mais forte do que significa essa queda da colheita.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia