Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de agosto de 2016. Atualizado às 22h44.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Venezuela

Notícia da edição impressa de 03/08/2016. Alterada em 02/08 às 21h27min

Governo venezuelano repudia 'direita extremista'

O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela divulgou um comunicado em que denuncia "as artimanhas da direita extremista do Sul do continente" para impedir que o país assuma o comando rotativo do Mercosul. A nota foi publicada após o chanceler brasileiro, José Serra, enviar uma carta a seus pares do grupo na qual diz considerar vaga a presidência do Mercosul "uma vez que não houve decisão consensual a respeito".
Na sexta-feira, o Uruguai informou que havia finalizado seu período à frente do grupo e que não via argumentos jurídicos para não transferir o comando à Venezuela.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia