Peças de Alessandra Pegoraro podem ser compradas pela internet ou no Ecobrechó Infantil, na Capital A estampa do Batman foi a primeira que Alessandra Pegoraro fez, a pedido de seu filho Foto: Niágara Braga/Especial/JC

Proteção extra nos cintos de segurança

Produtos visam ao conforto e à distração das crianças nos trajetos de carro

São várias estampas temáticas de personagens, bordadas com nomes ou lisas. A cor e o modelo ficam a gosto do cliente. Com essas características, a ex-professora de Porto Alegre Alessandra Pegoraro, 42 anos, formada em Biologia, criou uma linha de almofadas para cintos de segurança de automóveis. A ideia é gerar mais conforto às crianças.
Três suportes se encaixam ao cinto, permitindo que os pequenos durmam tranquilos e sem entortar demais o pescoço. Os desenhos das peças servem, inclusive, como uma distração para os trajetos sobre quatro rodas.
Na encomenda o cliente pode escolher como quer personalizar sua almofada
O negócio, lançado em 2014, recentemente abriu a opção de compra através do site. Na plataforma, é possível personalizar o que será impresso no tecido.
Alessandra viu a necessidade de criar um portal próprio por causa do aumento de pedidos que chegavam de forma digital, pelo perfil no Facebook ou WhatsApp. "Eu não estava dando conta. Ficava só respondendo as pessoas e, às vezes, não conseguia dormir com tanta notificação", lembra.
As vendas estouraram mesmo quando, em 2015, a empreendedora começou a trabalhar com temáticas de personagens. "Eu procuro sempre ficar atenta nos desenhos que estão em alta", afirma. Hoje, ela recebe cerca de 50 encomendas por mês, e o faturamento chega a R$ 3 mil em períodos de pico. As almofadas lisas ou com estampas comuns custam R$ 55,00. As de desenhos, R$ 75,00.
Alessandra faz trabalhos manuais desde os 16 anos de idade, sempre conciliando com sua área de formação. Em 2010, porém, se dedicou exclusivamente às técnicas feitas à mão para poder cuidar de seu filho mais novo. A partir disso, partiu para uma produção diversificada, com cupcakes, chocolate e artesanatos variados. A força do mercado de almofadas a fez focar no nicho. "A sacada no artesanato é fazer algo que tenha utilidade, além de escolher um bom mercado. O infantil está bem em alta. As pessoas querem comprar coisas para os seus filhos", explica.
A inspiração de seu negócio nasceu com os filhos, tanto pela preocupação pelo conforto quanto na ideia dos personagens. Além de uma fonte de renda, a atividade é vista como hobby para Alessandra. "É muita paixão. Tudo que faço é com amor", declara. "Receber o retorno dos clientes também é uma satisfação. Tem quem compre várias vezes e outros que, em vez de brinquedo, preferem dar almofadas."
As almofadas de Alessandra já foram até para fora do Brasil. Houve encomendas de conterrâneos na Argentina e nos Estados Unidos. Elas podem ser encontradas no Ecobrechó Infantil (rua Zeferino Dias, nº 13, bairro Sarandi). E a intenção dela é ter uma loja própria futuramente. Para isso, prevê a necessidade de mais mão de obra.
 
A almofada se acomoda no cinto de segurança através destas tiras unidas por velcro
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( 0 )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio