Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de agosto de 2016. Atualizado às 01h17.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

rio-2016

Notícia da edição impressa de 18/08/2016. Alterada em 17/08 às 22h40min

Seleção goleia e vai brigar pelo ouro

Camisa 10 (c) marcou duas vezes na goleada sobre os honurenhos

Camisa 10 (c) marcou duas vezes na goleada sobre os honurenhos


ODD ANDERSEN/AFP/JC
A seleção brasileira garantiu com facilidade a classificação para a final do futebol masculino: goleou a fraca equipe de Honduras por 6 a 0, ontem, no Maracanã. Empolgada, a torcida gritou "olé" e cantou "Ô Alemanha, pode esperar, a sua hora vai chegar", aludindo ao adversário da decisão, que está sendo considerada uma espécie de revanche pelos 7 a 1 sofridos na Copa de 2014 - mesmo que os times sejam completamente diferentes. No Itaquerão, os alemães venceram a Nigéria por 2 a 0. A disputa pela inédita medalha dourada será no sábado, às 17h30min, no Maracanã. A briga pelo bronze acontecerá no Mineirão, em Belo Horizonte, no mesmo dia, às 13h, entre nigerianos e hondurenhos.
Neymar abriu o placar logo aos 14 segundos. Foi o gol mais rápido da carreira dele - e da história das Olimpíadas -, marcado após roubar a bola de um zagueiro e tocar na saída do goleiro López. No lance, o camisa 10 se chocou com López e precisou de atendimento, mal conseguindo comemorar.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia