Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de agosto de 2016. Atualizado às 00h17.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Rio-2016

Notícia da edição impressa de 15/08/2016. Alterada em 14/08 às 21h55min

Brasileiros levam prata e bronze no solo

Conquista da dobradinha brasileira se une ao ouro de Artur Zanetti em Londres 2012

Conquista da dobradinha brasileira se une ao ouro de Artur Zanetti em Londres 2012


BEN STANSALL/AFP/JC
Ontem, o Brasil conquistou duas medalhas na ginástica artística. Diego Hypolito levou a prata no solo, enquanto Arthur Nory ficou com o bronze. O ouro ficou com o britânico Max Whitlock. Bicampeão mundial da prova, Diego nunca havia conquistado uma medalha olímpica. Até então, a única da ginástica brasileira na história dos Jogos havia sido o ouro de Arthur Zanetti nas argolas em Londres 2012.
Diego e Nory superaram o japonês Kenzo Shirai, atual campeão mundial e favoritíssimo para a prova. O atleta, que cometeu dois erros durante a sua apresentação, ficou sem medalha ao alcançar a nota 15,366. Diego Hypolito somou 15,533 e Nory, 15.433. Os brasileiros fizeram uma apresentação sem erros. Em seguida, o britânico Max Whitlock assumiu a liderança, com a nota de 15,633.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia