Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de agosto de 2016. Atualizado às 17h57.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

02/08/2016 - 17h57min. Alterada em 02/08 às 17h57min

Lateral Ceará é reprovado em exame e Internacional desiste de contratação

Com a reprovação no exame, a diretoria deve seguir no mercado em busca de um novo lateral

Com a reprovação no exame, a diretoria deve seguir no mercado em busca de um novo lateral


Coritiba/Divulgação/JC
O lateral-direito Ceará esteve bem próximo de retornar ao Internacional. Nesta terça-feira, após o clube gaúcho entrar em acordo com o Coritiba, o atleta de 36 anos chegou a realizar exames médicos naquele que seria seu novo time. Mas, por fim, acabou reprovado e a contratação foi descartada.
"O atleta Ceará esteve em Porto Alegre, nesta terça-feira, realizando exames médicos, e não atingiu a condição adequada para seu aproveitamento imediato pelo Sport Club Internacional. Sendo assim, o jogador não será contratado. O clube agradece a todos os envolvidos na negociação e deseja sorte ao atleta.", explicou o clube em comunicado.
Campeão mundial com o Internacional em 2006, Ceará chegaria para reforçar uma posição carente no Internacional, sobretudo após ida de William para a seleção olímpica. Com a reprovação no exame, a diretoria deve seguir no mercado em busca de um novo lateral.
Ceará, por sua vez, pode retornar ao Coritiba, embora vá desfalcar a equipe na partida contra o Vitória, nesta quarta-feira. Em virtude da negociação, o lateral sequer treinou nos últimos dias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia