Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de agosto de 2016. Atualizado às 09h36.

Jornal do Comércio

Expointer 2016

COMENTAR | CORRIGIR

A Feira

Notícia da edição impressa de 29/08/2016. Alterada em 29/08 às 09h37min

Primeiro fim de semana foi de calor e de 108 mil visitantes

Abafamento provocou queda de luz e desabastecimento de água

O abafamento não afastou o público


CLAITON DORNELLES/JC
Alberi Neto
O tempo ajudou a atrair grande movimento no primeiro fim de semana da Expointer, em Esteio. Neste domingo, o tempo nublado e com previsão de chuva deu certo alívio, depois de um sábado com sol forte e temperatura máxima de 37 graus. O abafamento continuou no segundo dia, o que não afastou o público. No primeiro fim de semana da feira, 108 mil pessoas passaram pelo parque Assis Brasil, público abaixo dos 121 mil dos dois primeiros dias de 2015.
No sábado, o calor foi tão elevado que os geradores do parque não deram conta de suportar o consumo, e houve quedas de luz. A administração informou que, além dos cinco geradores disponíveis para o evento, que somam 830 kVA, mais um será contratado, de 80 kVA. Além das quedas de luz, outra preocupação dos comerciantes é o abastecimento de água, que, segundo contam, começa e sofrer interrupções nos últimos dias da exposição.
Ainda no primeiro dia, um incidente foi registrado na área das catracas de acesso ao parque. Um menino de seis anos levou um choque ao passar por baixo de uma das roletas das bilheterias do parque. A criança passa bem. O pai do menino fez Boletim de Ocorrência na Polícia Civil no parque. O Instituto-Geral de Perícias (IGP), que chegou a isolar o local até que o problema fosse resolvido, constatou que havia fiação desencapada na estrutura instalada pela empresa terceirizada responsável pelas catracas.
A reforma do Boulevard, uma das novidades na Expointer na avenida mais movimentada da feira, agradou a visitantes e estabelecimentos instalados. O ambiente onde fica boa parte dos restaurantes e lanchonetes ganhou deques para o público apreciar com mais conforto o movimento e consumir o cardápio de comida campeira.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia