Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 26 de agosto de 2016. Atualizado às 12h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

26/08/2016 - 12h09min. Alterada em 26/08 às 12h11min

Nova Iorque abre em alta e Bovespa renova máximas

Contrariando a previsão de estabilidade, as bolsas de Nova Iorque abriram em firme alta nesta sexta-feira (26), dando impulso à Bovespa. Às 10h40min, o Ibovespa avançava 0,58%, aos 58.055,23, rondando a pontuação máxima da manhã, enquanto em Wall Street o Dow Jones subia 0,46%, o S&P 500 tinha ganho de 0,43% e o Nasdaq, valorização de 0,40%.
Por lá, a melhora reflete a publicação da revisão do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA, que cresceu a uma taxa anualizada de 1,1% no segundo trimestre, abaixo da leitura original de alta de 1,2%, e como previam os analistas.
Na esteira do dado, vários dirigentes do Federal Reserve (o banco central norte-americano) fizeram comentários sobre a perspectiva de juros nos EUA. A presidente do Fed de Cleveland, Loretta Mester, por exemplo, defendeu que eventuais aumentos de juros sejam graduais.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia