Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 23 de agosto de 2016. Atualizado às 19h50.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

negócios corporativos

Alterada em 23/08 às 19h51min

Molson já discute parceria após troca de controle da SABMiller, diz Miller

A Miller do Brasil informa que suas operações no Brasil permanecerão sem alteração até que ocorra a troca de controle acionário, diante da recomendação do conselho de administração da SABMiller, para que seus acionistas aceitem a oferta de aquisição pela Anheuser-Busch InBev (AB InBev).
"O acordo internacional prevê que a franquia de marca Miller fique com a Molson Coors após a troca de controle acionário. A parceria com o Grupo Petrópolis continua normalmente, sem alterações durante esse período, e a Molson Coors já iniciou discussões com o Grupo Petrópolis para dar seguimento ao contrato", afirma a Miller do Brasil, em comunicado à imprensa. A troca de controle está prevista para acontecer em 11 de outubro.
Segundo a companhia, as marcas Miller têm um significativo "potencial de crescimento, por meio da demanda global e por nossa paixão e comprometimento".
"Juntamente com o nosso parceiro Grupo Petrópolis no Brasil, continuaremos a construir as nossas marcas encantando nossos clientes e consumidores", diz Jean-Marc Thévenin, Managing Director da SABMiller para o Brasil e Cone Sul.
Nesta terça-feira (23), a SABMiller disse que um tribunal do Reino Unido concordou com sua proposta de que seus dois maiores acionistas sejam tratados como classe separada do resto dos seus investidores em relação à aquisição pela AB InBev, a maior cervejaria do mundo.
No mês passado, a AB InBev elevou sua oferta para SABMiller de 44 libras por ação, para 45 libras por ação. O conselho da SABMiller aprovou o aumento, mas disse que pediria para que seus dois maiores acionistas, o fabricante de cigarros Altria e família colombiana Santo Domingo, tivessem um tratamento separado. Juntos, ambos possuem 40,5% da SABMiller.
Agora, os acionistas da AB InBev e da SABMiller devem votar sobre o acordo. A votação está prevista para 28 de setembro e o negócio deve ser fechado no dia 10 de outubro. A Altria e a Santo Domingo já se comprometeram a votar a favor do acordo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia