Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 19 de agosto de 2016. Atualizado às 01h22.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Trabalho

Notícia da edição impressa de 19/08/2016. Alterada em 18/08 às 22h05min

Embraer responde a críticas do sindicato dos metalúrgicos

Projeto da empresa é reduzir custos para superar crise da indústria

Projeto da empresa é reduzir custos para superar crise da indústria


EMBRAER/DIVULGAÇÃO/JC
A Embraer divulgou na tarde desta quinta-feira, posicionamento sobre comunicado enviado mais cedo pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP), informando sobre os resultados da assembleia com funcionários da fabricante de aeronaves realizada nesta quinta-feira e que aprovou um "plano contra as demissões programadas pela empresa".
A reunião ocorreu em resposta a um Programa de Demissões Voluntárias (PDV) anunciado pela empresa na semana passada. Conforme destacou a Embraer, o PDV foi detalhado na quarta-feira a seus empregados, após algumas rodadas de conversa com os diversos sindicatos. "O programa, como o próprio nome diz, é de caráter voluntário: ou seja, cabe ao empregado decidir se adere ou não. A iniciativa é parte de uma série de medidas de redução de custos para superar o cenário desafiador enfrentado pela indústria global aeroespacial e de defesa", diz a companhia.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia