Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 19 de agosto de 2016. Atualizado às 01h17.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

agronegócios

Notícia da edição impressa de 19/08/2016. Alterada em 18/08 às 20h18min

UE enviará missão ao País após recusa de carga de limão

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luís Rangel, afirmou, nesta quinta-feira, que a União Europeia (UE) enviará uma missão sanitária ao Brasil para avaliar as medidas tomadas para a mitigação do cancro cítrico em pomares. A missão, que não tem ainda data definida para chegar ao País, ocorre após uma série de recusas de cargas de limão tahiti com cancro e a ameaça de embargo do bloco econômico às exportações de citros.
"Houve uma falha e um descontrole de lotes enviados no pico da safra, o que gerou a reclamação e, posteriormente, uma auditoria e uma série de medidas de mitigação tomadas pelo governo", disse Rangel. "Imagino que a União Europeia ficou chateada com tudo isso e aguardamos a missão no Brasil para mostrar que as medidas tomadas foram efetivas", completou o secretário, que acompanha o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em visita à Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), na cidade mineira.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia