Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de agosto de 2016. Atualizado às 00h13.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 12/08/2016. Alterada em 12/08 às 00h15min

Pastagens prejudicadas afetam rebanhos no Estado

 Rebanho de gado bovino leiteiro da raça holandês em pastagem nativa em Santana do Livramento. Divulgação Emater

Rebanho de gado bovino leiteiro da raça holandês em pastagem nativa em Santana do Livramento. Divulgação Emater


EMATER/DIVULGAÇÃO/JC
Os efeitos negativos do clima nas pastagens estão afetando a bovinocultura no Estado, segundo a Emater. O campo nativo sem rebrote reduz a taxa de crescimento de forragem e diminui a qualidade. Por isso, a Emater destaca que, para suprir a deficiência de proteína, é importante o uso de sal proteinado ou mesmo de feno de palha de arroz. O rebanho bovino que não tem pastagens cultivadas de inverno disponível está sentindo a escassez alimentar deste período, durante o qual a pouca oferta disponível no campo nativo é de baixa qualidade.
Apesar de as condições climáticas das últimas semanas serem favoráveis ao desenvolvimento das pastagens de inverno, continua baixa a oferta do principal alimento volumoso (azevém em sobressemeadura). Assim, os produtores disponibilizam aos rebanhos as pastagens com aveia e azevém em desenvolvimento, realizando o pastoreio controlado com diversas categorias do rebanho. Nessa situação, é recomendada a aplicação da adubação de cobertura com nitrogênio, para acelerar o desenvolvimento e dar maior suporte de carga animal sobre as pastagens.
Outra alternativa é o uso de cercas elétricas, dividindo as áreas em potreiros, para obter melhor manejo das pastagens, permitindo a ampliação da oferta de forragem aos rebanhos. Apesar de o campo nativo apresentar escassa oferta de forragem e pouco rebrote, o estado nutricional do rebanho bovino em geral ainda é satisfatório.
Os rebanhos de bovinos de leite também necessitam de maiores cuidados nutricionais. Além de os campos nativos apresentarem menor produção e redução da qualidade forrageira, em algumas regiões, o desempenho das pastagens cultivadas não está apresentando um desenvolvimento adequado.
Neste período, a tendência é ocorrer uma queda na produção; para evitar essas perdas, os produtores estão fornecendo silagem e rações concentradas, sorgo, farelo de arroz e casca de soja como maneiras de suplementar o déficit alimentar. Os criadores que dispõem de feno e silagem conseguem manter o nível de produção de leite na média, têm custos mais baixos e mais facilidade para poupar as pastagens em épocas chuvosas; do contrário, há uma queda considerável.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia