Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de agosto de 2016. Atualizado às 01h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Metalurgia

Notícia da edição impressa de 08/08/2016. Alterada em 08/08 às 00h31min

Meber Metais investe R$ 1,5 milhão na ampliação de parque fabril em Bento Gonçalves

Bertuol espera fechar o ano com crescimento de 3,5% nas vendas

Bertuol espera fechar o ano com crescimento de 3,5% nas vendas


MARCO QUINTANA/JC
A Meber Metais acaba de investir R$ 1,5 milhão em tecnologias para seu parque fabril, localizado em Bento Gonçalves. Com isso, a unidade contará com três novos equipamentos que integrarão uma célula de confecção de bicas para as torneiras da indústria, especializada há 55 anos na produção de metais para banheira, lavabo, cozinha e jardim. A aquisição do maquinário, com grau avançado de precisão e em parte importado da Itália, tem como objetivo agregar possibilidades de configurações para desenvolver novos produtos.
Além disso, o aporte financeiro deve aumentar a capacidade de produção da fábrica e gerar oferta de empregos durante o segundo semestre. "Estamos investindo não apesar da retração econômica, mas por causa da retração econômica. Afinal, ao contar com um processo mais moderno de produção, teremos redução de custos", explica o diretor da Meber, Carlos Bertuol. A intenção é alcançar, em 2016, o desempenho esperado pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção para o setor, com crescimento de 3,5% nas vendas.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia