Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 03 de agosto de 2016. Atualizado às 16h54.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

03/08/2016 - 16h52min. Alterada em 03/08 às 16h55min

Ouro fecha em queda com fortalecimento do dólar e realização de lucros

Os contratos futuros de ouro fecharam em queda nesta quarta-feira (3) em dia de fortalecimento do dólar e realização de lucros. Os operadores também ficaram de olho do relatório de empregos do setor privado, divulgado pela Automatic Data Processing/Macroeconomic Advisers (ADP/MA), que veio ligeiramente acima das expectativas.
Com esse cenário, a busca por ativos considerados seguros, entre os quais se encaixa o ouro, ficou prejudicada e fez o contrato para dezembro do metal negociado na Nymex fechar em queda de 0,57%, a US$ 1.364,70 por onça-troy.
A alta do dólar justifica-se pelos dados da ADP, que mostraram a criação de 179 mil empregos no setor privado dos EUA em julho, ante expectativa de 178 mil. Um dólar mais alto significa que o ouro se torna mais caro para investidores estrangeiros, afetando a procura pelo metal precioso.
Além disso, o dado positivo do mercado de trabalho dá força à possibilidade do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) elevar os juros da economia, o que coloca pressão sobre o ouro. Como o metal não rende juros aos seus investidores, uma elevação deles tornaria outros ativos mais interessantes. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia