Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de agosto de 2016. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Agronegócios

Notícia da edição impressa de 03/08/2016. Alterada em 02/08 às 21h30min

Medidas devem liberar compra de milho dos EUA

 SEMENTES DE MILHO. DIVULGAÇÃO EMATER

SEMENTES DE MILHO. DIVULGAÇÃO EMATER


EMATER/DIVULGAÇÃO/JC
O secretário de Política Agrícola, Neri Geller, reuniu-se ontem com técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para detalhar e alinhar todas as medidas necessárias à importação de milho geneticamente modificado dos EUA. O ministro Blairo Maggi está empenhado em atender ao pedido dos industriais e quer garantir o abastecimento do grão no País, exclusivamente para ração animal usada pelos criadores de aves, suínos e produtores de leite, até dezembro de 2017.
O Mapa vai encaminhar o pedido para avaliação e aprovação da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) e garantirá toda segurança e fiscalização necessária para que a importação atenda às necessidades do setor.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia