Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 01 de agosto de 2016. Atualizado às 08h22.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

01/08/2016 - 08h15min. Alterada em 01/08 às 08h24min

Bolsa de Tóquio sobe moderadamente, sustentada por ações do setor financeiro

A Bolsa de Tóquio fechou em alta moderada nesta segunda-feira (1°), ainda sustentada por ações do setor financeiro, que comemorou a decisão do banco central japonês de manter juros inalterados no fim da semana passada.
O Nikkei, que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão, subiu 0,4%, encerrando o dia a 16.635,77 pontos.
Na sexta-feira, o índice japonês já havia avançado 0,56%, graças a papéis de grandes grupos financeiros, que foram favorecidos pelo Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês). Após reunião de política monetária, o BoJ não apenas manteve a taxa cobrada sobre certos tipos de depósitos em -0,1%, como também ampliou seu programa de empréstimos em dólares.
Muitos economistas previam que o BoJ tomaria medidas mais ousadas, que poderiam incluir um novo corte na taxa de depósitos.
O Sumitomo Mitsui Financial Group e o Mitsubishi UFJ Financial Group saltaram 3,8% e 4,3% hoje, respectivamente, ampliando ganhos que chegaram a quase 8% no pregão anterior.
O fabricante de eletrônicos Panasonic, por outro lado, sofreu um tombo de 7% nesta segunda, após divulgar queda no lucro e vendas do trimestre encerrado em junho.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia