Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de julho de 2016. Atualizado às 00h24.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Congresso Nacional

Notícia da edição impressa de 28/07/2016. Alterada em 28/07 às 00h25min

Temer recebe Aécio para discutir reforma política

Em reunião fora da agenda oficial, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi ao Palácio do Planalto, ontem, levar ao presidente interino Michel Temer (PMDB) Proposta de Emenda Constitucional (PEC) de reforma política. Segundo Aécio, já há concordância para instalar no Congresso Nacional uma comissão especial para discutir o tema.
A PEC, de autoria de Aécio Neves e Ricardo Ferraço (PSDB-ES), visa ao retorno da cláusula de barreira - o que diminuiria os partidos - e o fim das coligações para pleitos parlamentares - que impediria o voto de um candidato ir para outro da mesma aliança. "Essa, de todas as reformas que estão para ser discutidas no Congresso, me parece a mais urgente, porque ela facilitará as outras", disse o tucano. Aécio afirmou já haver concordância para discutir esses dois pontos com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia