Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de julho de 2016. Atualizado às 08h13.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Custo Brasil

19/07/2016 - 17h22min. Alterada em 19/07 às 17h22min

Paulo Bernardo chega à PF para depor na Operação Custo Brasil

O ex-ministro Paulo Bernardo (Planejamento/Governo Lula) acaba de chegar à Polícia Federal em São Paulo para depor no inquérito da Operação Custo Brasil.
Paulo Bernardo foi preso pela PF no dia 23 de junho, sob suspeita de recebimento de propinas de R$ 7,1 milhões de um esquema de empréstimos consignados no âmbito do Ministério do Planejamento. O caso ficou conhecido como esquema Consist - empresa de software contratada para administrar os consignados.
No dia 29, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF) mandou soltar Paulo Bernardo.
A Custo Brasil investiga suposto desvio de R$ 100 milhões de empréstimos consignados no âmbito do Planejamento, desde 2010 (gestão Paulo Bernardo). Por meio de seus advogados, ele nega categoricamente ligação com o esquema Consist.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
demostenes 19/07/2016 20h17min
Vamos a luta, essa é a grande oportunidade de nós cidadãos de bem, impor a essa republica podre a verdadeira democracia, políticos delatados tem que ser investigado com todo rigor da lei.