Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de julho de 2016. Atualizado às 22h27.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Transparência

Notícia da edição impressa de 19/07/2016. Alterada em 18/07 às 22h27min

Governo descentralizará escritórios de advocacia

Torquato Jardim defendeu mudanças nos contratos de leniência

Torquato Jardim defendeu mudanças nos contratos de leniência


EVARISTO SA/AFP/JC
O ministro Torquato Jardim, da Transparência, Fiscalização e Controle, prepara regras para reduzir a concentração em cerca de 15 escritórios de advocacia dos serviços jurídicos contratados por empresas estatais federais. Ele revelou ainda que prepara mudanças nas normas de relacionamento entre agentes públicos e os chamados profissionais do lobby, buscando dar mais transparência e controle. Também defendeu mudanças nos contratos de leniência, por meio de projetos de lei já em discussão no Congresso, com a inclusão da possibilidade de perda do controle acionário de empresas que desrespeitem os termos acordados.
Em relação à Operação Lava Jato, o ministro avaliou que não enxerga a possibilidade de o Congresso adotar medidas que possam travar suas investigações. "Não há possibilidade de represália contra a Lava Jato, é uma viagem sem volta, um marco civilizatório do País", afirmou.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia